Micro Sistemas 60

este número, jogos JawBreaker e Multicor, Mapa da memória do MSX, Planilha para MSX, dicas.

ms60-capa

Editorial

Artigo Original: Alda Campos, Digitação: Wilson Pilon

ms59-editorial

No mês passado, aqueles que foram ao Riocentro visitar o Informática-86, maior evento da área, puderam avaliar o nível de produção e novidades apresentado por nossa indústria. Nas salas do XIX Congresso Nacional de Informática e nos corredores da Feira, foram passados o sproblemas e celebradas as conquistas do setor. E mais do que tudo, ficou flagrante o atual grau de amadurecimento da microinformática no Brasil: foi possível perceber até onde nossa indústria evoluiu sem problemas (ainda que atrasados, os ATs finalmente chegaram), e onde ela esbarrou em obstáculos de produção ou domínio tecnológico (como acontece na demora em normalizar o fornecimento de drives de 3" 1/2, o que nos afasta de uma tendência mundial, além de atrasar a realização efetica de projetos como o Mac 512 da Unitron).

Por motivos de tempo de execução, nossa análise do Informática-86 só virá na edição do mês que vem. Neste número porém, você terá um breve insight sobre equipamentos que você não viu na grande mostra da indústria nacional. Micro Sistemas preparou para você um material informativo - não é para dar água na boca! - sobre alguns micros bem populares fora do Brasil. Jaime Nisembaum e Gilberto Caserta escrevem sobre o Amiga, o hit da Commodore, Midset e Ataris 520 e 1040 ST. Estes equipamentos "super-dotados" apresentam excelentes recursos para os profissionais das artes gráficas e preços bem atrativos, principalmente no caso do Atari.

Outro sucesso internacional, desta vez com destauqe na Europa, é o Spectrum 128 cujas características são descritas num artigo meio nostálgico de nosso antigo colaborador José Eduardo Maluf de Carvalho, um grande fã de Sir Clive Sinclair - este recentemente vendeu sua empresa para a concorrente Amstrad. Tais artigos são bastante oportunos e levam aos leitores, no mínimo, cultura geral. No máximo, mais um elemento para avaliarmos o que temos perdido - e ganho - durante esses anos de batalha para construir, mais do que uma indústria, u ma comunidade de usuários, empresários e pesquisadores de soluções nacionais.

(OT) Como em outros números, apenas os artigos referentes ao MSX são digitados num primeiro momento. Outros artigos referente principalmente a ZX-81 e ZX-Spectrum e IBM-PC entram num próximo estágio, artigos sobre outras linhas que não tenho interesse não entram, porém em algum momento posso digitá-los apenas para completar a revista a aí unificar tudo em outra categoria, por isso os editoriais estão sendo digitados na íntegra, mas, por exemplo, um artigo genérico sobre planilhas e o artigo sobre os Amiga e Atari, não serão digitados, mas a referência fica, pois quem sabe o que pode acontecer no futuro.